Notícias

Investimentos em coaching e mentoring aumentam nas empresas - Mais de 60% dos entrevistados em pesquisa da Hays disseram ter esse tipo de programa no local de trabalho

Início: 29/05/2016

Mais de 60% dos entrevistados em pesquisa da Hays disseram ter esse tipo de programa no local de trabalho.

Veja matéria completa na revista Você RH.

Uma pesquisa realizada pela empresa de recrutamento Hays, em parceria com a ESPM, mostra que uma das tendências nas empresas em 2016 é um investimento maior em programas de coaching e mentoring. A estratégia tem sido utilizada para aumentar a performance dos colaboradores e trazer bons resultados econômicos para as instituições.

A medida tem sido cada vez mais colocada em prática: enquanto apenas 45% dos entrevistados em 2014 disseram ter esse tipo de atividade no local de trabalho, este ano, 62% responderam o mesmo, o que representa um aumento de 17% no requerimento dos programas. Foram ouvidos 3 600 profissionais de 23 estados brasileiros na pesquisa, com a maioria das respostas provindas da região Sudeste.

Ainda segundo a maioria dos profissionais, as companhias que não têm programas de coaching ou mentoring apresentam maior rotatividade, o que pode prejudicar o crescimento do negócio. Outros benefícios da adoção da medida, segundo a pesquisadora da ESPM Célia Marcondes Ferraz, variam de um programa para o outro. Em relação aos de mentoring, ela acredita ver vantagem no desenvolvimento de competências mais específicas de determinadas empresas.

Já os programas de coaching ajudam desde a inserir jovens profissionais na empresa até apoiar pessoas recém promovidas. “O coaching ocorre de forma mais ampla, não necessariamente relacionado com o saber fazer. É uma forma de apoio extremamente útil”, diz Célia.